Economia doméstica: dicas para ajudar no orçamento do lar

21 de outubro de 2020 Alimentação saudávelDicasEconomia
Economia doméstica: dicas para ajudar no orçamento do lar

Administrar as finanças de uma casa não é tarefa fácil. Além de exigir um esforço de todos os moradores do lar, a economia doméstica é uma forma de controlar as finanças para que elas não se acumulem em dívidas. O dinheiro está curto? Faça algumas modificações no dia a dia, seja nos hábitos de compra, economizando água, energia ou alimentos. O importante é saber como se organizar sem mudar radicalmente a rotina. Quer saber mais sobre como economizar com as despesas de casa? Continue lendo! 

O primeiro passo da economia doméstica: organização!

O primeiro passo, o mais essencial, é se organizar. Coloque no papel a receita mensal da casa, ou seja, o total de dinheiro que a família recebe por mês. Além de saber sobre o valor total, é importante saber a data que recebe cada valor. Dessa forma é possível organizar pagamentos e dívidas para depois do dia que recebe, evitando que sua conta fique negativada. 

mão feminina, calculadora economia doméstica, finanças

Além disso, reconheça as suas dívidas. Caso sua renda mensal esteja menor do que o esperado, negocie valores e prazos para o pagamento das dívidas. Organize suas dívidas em tabelas. Inclua informações como o valor total da dívida, número de parcelas pagas e o número de parcelas a serem pagas. Assim, é possível ter uma melhor dimensão sobre a sua situação financeira. A organização é essencial para aliviar a ansiedade gerada pelo medo de se endividar ainda mais, além de colocar em perspectiva o dia em que as contas estarão quitadas. Que alívio, né? Acompanhe agora algumas dicas para sobrar aquela graninha extra no final do mês. 

 

Economizando na conta de água

A economia é também sustentável, uma vez que ela diz sobre os recursos naturais do planeta. Para a conta de água, economize reutilizando água da máquina para lavar chão, carro e área externa. Além disso, diminuir no tempo do banho, e instalar uma descarga econômica são formas de diminuir drasticamente o consumo de água. 

Economizando na conta de energia 

Além da velha regra de tirar os eletrodomésticos da tomada e de apagar a luz ao sair dos cômodos, se atente a mais essas dicas para diminuir os gastos com a luz:

 

– Dê preferência para as lâmpadas fluorescentes e de LED. Uma lâmpada fluorescente de 40 watts ilumina mais que uma incandescente de 150 watts, e dura dez vezes mais.

– Não guarde alimentos ainda quentes dentro da geladeira.

-Não fique abrindo e fechando a porta da geladeira toda hora.

-Não tome banhos demorados, coloque a chave do chuveiro na posição “verão” para uma economia de até 30% nos banhos. 

-Acumule roupas sujas para que a máquina esteja cheia quando for lavá-las. 

– Passe as roupas que precisam de pouco calor por último, com o ferro já desligado.

 

Economizando na alimentação

mulher asiática fazendo compras no supermercado economia doméstica

Aqui no blog do EPA você já leu dicas de como economizar na alimentação comprando alimentos da estação,  evitando o desperdício, utilizando marmitas e outros. Essas principais mudanças partem da ideia de que comer em casa é mais barato. Cozinhando em casa você tem controle sobre a quantidade de ingredientes gastos e, consequentemente, toma maior controle sobre o que comprar e o quanto comprar,  para que alimentos perecíveis não estraguem. 

Além disso, uma forma inteligente de economizar nas despesas com alimentação é montar uma lista de compras. No nosso site você encontra as ofertas do dia do EPA da sua cidade, além de um modelo de lista de compras para evitar os excessos na compra do mês. 

É claro que essas dicas sobre economia na alimentação não podem e não devem tirar o seu prazer em comer aquilo que você gosta. Pensou em comer bolo? Que tal fazê-lo com as frutas amadurecidas da fruteira? ou ainda, por que não fazer uma compota com as cascas de laranja que você usou no bolo? Planejamento é tudo e a criatividade também! 

 

Ganhando um extra

Além das nossas dicas de economia, uma renda extra pode ser o que falta para que as contas do seu lar fechem ao final do mês. É claro que, caso você já trabalhe durante a maior parte do dia, a renda extra não precisa ser um trabalho de dedicação total. Vender roupas usadas em bom estado que estão paradas no guarda-roupa, se desapegar de móveis antigos ou eletrodomésticos em desuso são ideias simples que podem ser executadas rapidamente através da internet. Divulgue e venda os desapegos em grupos, sites ou nas suas redes sociais. 

 

Além disso, para aquelas pessoas que possuem mais tempo, investir em hobbies rentáveis como a confeitaria, artesanato, culinária ou outros pode ser uma forma de iniciar um negócio lucrativo. A economia doméstica é também um processo de autoconhecimento, uma vez que ela faz com que toda a família repense hábitos e ações. 

 

Gostou? Para mais dicas como essa acompanhe as nossas redes sociais 🙂 #EconomiaEPA #EconomizaComaIza